Blitz News
Notícias
Entretenimento
Aprenda a preparar receitinhas de piquenique

Para curtir o fim das férias, aprenda a preparar receitinhas de piquenique

Data: 31/01/2019

Que tal aproveitar os últimos dias de férias, com piquenique no parque e uma cesta cheia de comidinhas feitas pelas crianças? A nutricionista Carol Mello que criou um curso só para ensinar algumas receitas sob medida, para incentivar bons hábitos nos pequenos, não só na hora de comer, mas também de se divertir. 

A ideia é montar pratos coloridos e visualmente atrativos que explorem os sabores, texturas e cheiros de maneira leve e divertida, estimulando os pequenos a experimentarem coisas novas na cozinha que, ao contrário do que dizem por aí, pode sim ser lugar para crianças.

“Fazer com que as crianças se alimentem corretamente ainda é um desafio para muitos pais, elas costumam ter uma certa resistência com coisas que, às vezes, ainda nem experimentaram. Por isso é importante estimular a curiosidade deles para tornar o momento das refeições mais divertido, um dos jeitos de fazer isso é levá-los para a cozinha, quando eles cozinham o que eles comem, é mais fácil de estimular esses hábitos saudáveis, porque eles ficam curiosos para saber o que é aquilo que eles cozinharam,” explica Carol.

A dica é planejar o cardápio com base na idade e permitir que ela mesma faça o próprio prato, como o espetinho de sanduíche, uma opção bem simples de fazer e pensada para dar autonomia às crianças. Selecione ingredientes como queijo, alguma proteína, pão integral e tomate, corte em pequenos cubos, para que a criança sinta o alimento, pegue com as mãos e coloque no palitinho, que mesmo com ponta, pode ser feito com o acompanhamento de um adulto. É um momento em que ela vai explorar a textura de cada ingrediente e, com orientação de um adulto os próprios limites e cuidados que precisa ter para não se machucar.

“O ideal é trabalhar com a reeducação alimentar em casa, desde pequeno, a técnica é que você precisa ter e estimular, eu percebo que tem crianças que nem sabem o que estão comendo. Os pais também precisam ter o hábito de comer bem na frente deles, não adianta a mãe falar para o filho não tomar refrigerante se ela toma refrigerante. A primeira coisa é o exemplo de casa, eles só vão ter os hábitos que eles vem em casa, se não tem a fruta, não tem verdura, só guloseimas, eles não vão ter uma alimentação saudável", orienta a nutricionista.  O segredo é fazer receitas já conhecidas, como o tradicional bolo de cenoura da “vovó”, que faz muito sucesso e pode ser preparado com a substituição de ingredientes para um bolo mais saudável. A receita ensinada por Carol é fácil de fazer e preserva o sabor da original.

Faz Bem!

30/01/2019 09:36

Para curtir o fim das férias, aprenda a preparar receitinhas de piquenique

O Lado B foi conversar com a nutricionista Carol Mello e trouxe dicas para quem encara o desafio de ensinar as crianças a comer bem, de maneira leve e divertida.

Kimberly Teodoro

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Salada de frutas, bolo de cenoura e sanduíche de espetinho, tudo preparado pelas crianças (Foto: Kimberly Teodoro)

Que tal aproveitar os últimos dias de férias, com piquenique no parque e uma cesta cheia de comidinhas feitas pelas crianças? O Lado B conversou com a nutricionista Carol Mello que criou um curso só para ensinar algumas receitas sob medida, para incentivar bons hábitos nos pequenos, não só na hora de comer, mas também de se divertir.

 

A ideia é montar pratos coloridos e visualmente atrativos que explorem os sabores, texturas e cheiros de maneira leve e divertida, estimulando os pequenos a experimentarem coisas novas na cozinha que, ao contrário do que dizem por aí, pode sim ser lugar para crianças.

“Fazer com que as crianças se alimentem corretamente ainda é um desafio para muitos pais, elas costumam ter uma certa resistência com coisas que, às vezes, ainda nem experimentaram. Por isso é importante estimular a curiosidade deles para tornar o momento das refeições mais divertido, um dos jeitos de fazer isso é levá-los para a cozinha, quando eles cozinham o que eles comem, é mais fácil de estimular esses hábitos saudáveis, porque eles ficam curiosos para saber o que é aquilo que eles cozinharam,” explica Carol.

Carol Melo trabalha com nutrição há 14 anos e recentemente passou a dar cursos de alimentação saudável para crianças (Foto: Kimberly Teodoro)

A dica é planejar o cardápio com base na idade e permitir que ela mesma faça o próprio prato, como o espetinho de sanduíche, uma opção bem simples de fazer e pensada para dar autonomia às crianças. Selecione ingredientes como queijo, alguma proteína, pão integral e tomate, corte em pequenos cubos, para que a criança sinta o alimento, pegue com as mãos e coloque no palitinho, que mesmo com ponta, pode ser feito com o acompanhamento de um adulto. É um momento em que ela vai explorar a textura de cada ingrediente e, com orientação de um adulto os próprios limites e cuidados que precisa ter para não se machucar.

“O ideal é trabalhar com a reeducação alimentar em casa, desde pequeno, a técnica é que você precisa ter e estimular, eu percebo que tem crianças que nem sabem o que estão comendo. Os pais também precisam ter o hábito de comer bem na frente deles, não adianta a mãe falar para o filho não tomar refrigerante se ela toma refrigerante. A primeira coisa é o exemplo de casa, eles só vão ter os hábitos que eles vem em casa, se não tem a fruta, não tem verdura, só guloseimas, eles não vão ter uma alimentação saudável", orienta a nutricionista.

Incentive a criança a explorar a cozinha, montando o próprio prato (Foto: Kimberly Teodoro)

Com o acompanhamento de um adulto, incentive a autonomia e a curiosidade levando as crianças para ajudar na cozinha (Foto: Kimberly Teodoro)

O segredo é fazer receitas já conhecidas, como o tradicional bolo de cenoura da “vovó”, que faz muito sucesso e pode ser preparado com a substituição de ingredientes para um bolo mais saudável. A receita ensinada por Carol é fácil de fazer e preserva o sabor da original.

Você vai precisar de 3 cenouras médias, 4 ovos, meia xícara de chá de óleo de coco, 2 xícaras e meia de farinha amêndoas, 2 xícaras de açúcar demerara e 1 colher de sopa de fermento em pó.

Comece descascando as cenouras e cortando em cubos, leve ao liquidificador com os ovos e o óleo, misture a farinha de amêndoas e o açúcar em um recipiente e despeje o conteúdo do liquidificador mexendo até a massa ficar homogênea, por último acrescente o fermento e leve ao forno pré aquecido a 180º por cerca de 40 minutos. Pode ser servido com ou sem cobertura de brigadeiro, a dica é trocar o achocolatada por cacau e usar sempre leite desnatado.

Para o sobremesa, a dica é a salada de frutas, imponha uma regra básica: o potinho precisa ter pelo menos 3 cores de frutas, dê opções para que a criança se sinta à vontade na hora de misturar os sabores de deixar tudo bem colorido. Também é importante não obrigar a criança a comer, mas dialogar para que ela entenda a importância de comer bem e experimente.

Carol Mello trabalha com nutrição há 14 anos e recentemente abriu turmas de alimentação saudável para crianças, com cursos pensados para cada faixa etária onde elas vão para a cozinha aprender com a "mão na massa" acompanhadas de perto por adultos. Para novidades e datas dos das próximas turmas, siga a Carol no Instagram @nutricarolmello.

Publicidade