Blitz News
Notícias
Saúde
Secadores de mãos ajudam a proliferar bactérias.

Secadores de mãos automáticos ajudam a proliferar bactérias

Data: 12/04/2018

Desde pequeno, o ser humano é ensinado a lavar as mãos para a evitar a proliferação de bactérias. Essa afirmação é verdadeira, mas o seu efeito pode ser reduzido caso o indivíduo prefira usar os secadores de mãos automáticos: aqueles comuns em shoppings e aeroportos. É o que afirma um estudo.

Segundo a pesquisa, publicada na revista Applied and  Environmental  Microbiology, o aparelho suga coliformes fecais do ar e os sopra nas mãos das pessoas.

Os cientistas compararam o ar de dois banheiros — um com o secador e outro sem. Foi constatado que o recinto que possuía o aparelho apresentava uma proliferação de colônias bacterianas maior.

Em entrevista à revista Newsweek, Peter Setlow, autor da pesquisa, afirmou que as bactérias, principalmente das fezes, acabam se distribuindo no ar quando damos a descarga sem abaixar a tampa. E quando as mãos estão embaixo do bocal dos secadores, elas estão mais sujeitas a uma grande circulação de ar, ou seja, a uma incidência de bactérias maior do que em uma situação normal.

O estudo faz parte de um conglomerado crescente de evidências que apontam os secadores como um propagador de bactérias. Para não se arriscar, Setlow conta que aderiu as toalhas de papel.

Publicidade